As melhores dicas para aumentar Tráfego, Leads & Vendas no seu website – parte 2

Hoje em dia, indepentemente da área, as empresas/marcas que têm um website, usam-no não só para divulgar os produtos e serviços, mas também como balcão de venda. O website assume um papel determinante no negócio, mais ainda quando se opta por uma estratégia de Inbound Marketing. O website é a base, o ponto de partida.

Depois de perceber o que é preciso para tecnicamente estruturar um website, nesta segunda parte do artigo vamos começar por falar sobre outro must have fundamental: o conteúdo.

É o conteúdo que os cibernautas procuram, é para o conteúdo que actualmente os motores de pesquisa olham. Mas, apesar disso, ao criá-lo há que ter em conta que um website é feito para pessoas, pelo que, a linguagem deve ser simples e próxima da audiência, a mensagem deve ser clara.

A segmentação da informação, o uso de títulos e subtítulos, o uso de formas alternativas de apresentar conteúdo como imagens, vídeos, infografia, passatempos… são tudo formas de organizar o conteúdo, por forma a que o assunto do site seja imediatamente entendido por todos os que o visitam e que a navegação e pesquisa sejam fáceis e acessíveis.

Website, Inbound marketing

O visitante tem também de ser capaz de rapidamente identificar as características diferenciadores do serviço/marca. Mais, o website, neste caso mais concreto a homepage, deve conseguir responder à pergunta: que valor oferece ao visitante?

O objectivo é que o visitante que chega ao site pela primeira vez fique satisfeito, se torne lead e, mais tarde, cliente. Neste momento de conversão, é cada vez mais notória a necessidade de saber quem são os visitantes, quais as suas necessidades e expectativas para assim poder lhes dirigir uma comunicação e oferta personalizadas. É esta a lógica de inbound marketing: apresentar soluções, tendo em conta as necessidades dos consumidores, em troca de informação (através do preenchimento de formulários ou subscrição de newsletters, por exemplo).

Os call to action (CTA) e as landing pages são bastante eficazes a desempenhar esta função e também eles devem ser bem construídos, para que, mais uma vez, seja claro para o visitante qual o conteúdo destacado e a oferta. Este é também uma boa estratégia de conversão: sempre que possível, disponibilizar material de interesse para download, sejam e-books, casos de estudo ou ofertas exclusivas , por exemplo.

Não há uma fórmula para fazer um bom website. Hoje, há várias ferramentas online que permitem ultrapassar grande parte das questões mais técnicas, mas neste artigo ficam alguns must have de um bom site, tendo em conta o aumento de tráfego, leads e vendas. No fundo, a integração de SEO, redes sociais, blogging, conteúdo, CTA e landing pages são os instrumentos fundamentais para gerar vendas e lucro, alinhados segundo a lógica de inbound marketing.

Contacte-nos para aceder ao nosso e-book completo, com os 25 must have que não podem faltar no seu website.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.